sexta-feira, 8 de abril de 2011

A Bíblia é o único livro que contém o mais alto código de moralidade!

"Para os cristãos verdadeiros, na igreja de Deus, a bíblia é a mais bela carta de amor oferecida por Deus para todos os que O amam também. Sendo que está carta, este livro, o seu conteúdo não está mais selado como anteriormente. "



Eu não apenas digo que a Bíblia é um livro dos mais altos padrões de moralidade. É o que diz a própria bíblia, pois o livro em si pode prová-lo. Há tantos livros sobre moral que já existem no mundo. Mas a Bíblia está acima de todos eles. E isso pode ser comprovado pelos ensinamentos da Bíblia. Nós não refutamos que há outros livros que ensinam a moralidade e há outros livros religiosos considerados sagrados por pessoas que acreditam neles, que ensinam também a moralidade. Mas porque é que eu digo que a Bíblia é O livro que contém a mais elevada forma de moralidade na Terra?

Primeiro de tudo, a Bíblia é um livro onde as palavras de Deus estão escritas. Claro que nem todas as palavras da Bíblia são as palavras de Deus, mas existem palavras específicas de Deus na Bíblia, e essas são muito perceptíveis porque a Bíblia diz assim. Sempre que há uma citação que vem de Deus, você estará familiarizado com as apresentações de todos os escritores da Bíblia antes de escrever as palavras sagradas de Deus: “E Deus disse:” Assim, Deus disse: “Deus disse:” O Senhor falou “, etc.


Então, se lermos atentamente, a Bíblia é um livro que contém declarações do próprio Deus. Isso é comprovado pelo apóstolo Paulo em:

Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias a nós nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, e por quem fez também o mundo; (Hebreus 1:1-2)

Os versículos afirmam claramente que Deus tem falado aos pais de diversas maneiras e de tempos e lugares e tem falado nos últimos dias ao enviar seu Filho o Senhor Jesus Cristo. O Senhor Jesus Cristo, durante Seu ministério na Terra, disse no livro:

Porque eu não falei por mim mesmo; mas o Pai, que me enviou, esse me deu mandamento quanto ao que dizer e como falar.(João 12:49)

Assim, os pronunciamentos do Senhor Jesus Cristo são palavras de Deus. Agora, como podemos perceber, como nós sabemos que a palavra veio de Deus? Há uma qualidade muito distinta da palavra de Deus na Bíblia. Conforme podemos ler:

Justas são todas as palavras da minha boca; não há nelas nenhuma coisa tortuosa nem perversa. Todas elas são retas para o que bem as entende, e justas para os que acham o conhecimento.(Provérbios 8:8-9) 

Portanto, não há nada de perverso, não há nada de errado, não há qualquer contradição nas palavras que saem da boca de Deus. Outra qualidade distinta da palavra de Deus foi pregada pelo apóstolo Paulo em:

Porque a nossa exortação não procede de erro, nem de imundícia, nem é feita com dolo; mas, assim como fomos aprovados por Deus para que o evangelho nos fosse confiado, assim falamos, não para agradar aos homens, mas a Deus, que prova os nossos corações. (I Tessalonicenses 2:3-4)

Temos, neste momento, que perceber o que o apóstolo Paulo disse que, como lhes foi confiado por Deus para falar que o eles falam. E o que eles falam não é de impureza, falsidade ou dolo. Significando, as palavras do Senhor são, sem impurezas ou dolo. Elas são simples, simples de verdade e não contém quaisquer contradições. Outra qualidade da palavra de Deus está no livro:

Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante que qualquer espada de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.(Hebreus 4:12)

No versículo 13 diz :

E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele a quem havemos de prestar contas.(Hebreus 4:13)

 
OBS: Significando, a palavra de Deus na Bíblia é rápida ou viva, é poderosa, é mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra os corações e pensamentos. Ela conhece os pensamentos e os corações dos homens. E nenhum segredo humano não pode ser manifesto pelo poder da palavra de Deus. Por estas qualidades, saberemos se o que estamos lendo na Bíblia, ou em qualquer outro livro que foi escrito sobre esta terra, são as verdadeiras palavras de Deus ou não. A palavra de Deus trabalha. No livro:

Por isso nós também, sem cessar, damos graças a Deus, porquanto vós, havendo recebido a palavra de Deus que de nós ouvistes, a recebestes, não como palavra de homens, mas (segundo ela é na verdade) como palavra de Deus, a qual também opera em vós que credes. (I Tessalonicenses 2:13)

É evidente no versículo que a palavra de Deus não é como a palavra do homem, mas ela é, na verdade, a palavra de Deus, que efetivamente trabalha nos que acreditam. Assim, o poder da palavra de Deus se manifesta aos fiéis. Ele funciona entre os crentes. Ele faz as coisas para aqueles que acreditam. E o que a palavra de Deus pode fazer é manifesto entre os crentes. E o que ela faz?

Pelo que, despojando-vos de toda sorte de imundícia e de todo vestígio do mal, recebei com mansidão a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar as vossas almas.(Tiago 1:21)

A palavra de Deus é poderosa para desfazer toda a imundícia e superfluido de malícia em um homem. Renova uma criatura. A palavra de Deus tem um poder de renovação, que regenera e é comprovado entre aqueles que acreditam. Vamos ler no livro:

Tendo nascido de novo, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, que vive e permanece para sempre.(I Pedro 1:23)

A palavra de Deus é capaz de fazer de um homem um novo ser. É um agente pelo qual um homem pode nascer de novo. Ela é comparada na Bíblia a uma semente que não é corruptível. Ninguém pode corrompê-la. Nada pode corromper a Palavra de Deus. Depois de conhecer todas estas coisas, vamos analisar a partir da palavra de Deus escrita na Bíblia, a moralidade que está sendo ensinada pela palavra de Deus. Na Bíblia diz em:

E disse: Por esta causa deixará o homem pai e mãe e se unirá à sua mulher, e serão os dois uma só carne? Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto o que Deus ajuntou não o separe o homem.(Mateus 19:5-6)

Eu quero por favor que vocês notem o singular na palavra. Um homem se unirá à sua mulher, não mulheres [singular, apenas um parceiro]. E este é o mais alto padrão de moralidade entre pessoas casadas. Vamos ler:

Honrado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; pois aos devassos e adúlteros, Deus os julgará.(Hebreus 13:4)

Assim, o casamento se limita a apenas duas partes contratantes: o homem e a mulher ou o marido e a esposa. Não há tal coisa na Bíblia como o casamento com mais de um. Não é permitido. Mas há livros religiosos que dizem que você pode obter mais de uma esposa. É contradizer diretamente a expressão pura de Deus na Bíblia. E um exemplo é o livro dos mórmons. Na sua Doutrina e Convênios eles têm a dizer o seguinte:

E mais uma vez como pertencentes à lei do sacerdócio, se o homem desposar uma virgem, e desejar desposar a outra, e a primeira dar o seu consentimento, e desposar a segunda, e elas forem virgens, e não se comprometeram com nenhum outro homem, então ele é justificado. Ele não pode cometer adultério porque elas foram dadas para ele.Pois ele não pode cometer adultério com aquelas que pertencem a ele e a ninguém mais. E se ele tem dez virgens que lhe foram conferidas pela presente lei, ele não pode cometer adultério, por pertencerem para ele, e elas foram dadas a ele, portanto ele está justificado.”

 Segundo Joseph Smith, a quem eu vou chamar de falso profeta, esta é uma revelação que ele recebeu de Deus. O que sei de Joseph Smith é que seu Deus não é o Deus da Bíblia. Eu não daria a este grupo o nome de Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. De acordo com os padrões de moralidade na Bíblia, os mórmons não podem ser considerados santos. Lamento por ter de dizer essas palavras.

Santos na Bíblia são aqueles que obedecem as regras da santidade. E uma dessas regras é ter apenas uma esposa. Ter duas esposas não fará honroso matrimônio e o leito sem mácula como Hebreus 13:4 que diz que casar-se com mais de uma mulher isso contamina o leito. Vamos ler no livro:

Porque a mulher casada está ligada pela lei a seu marido enquanto ele viver; mas, se ele morrer, ela está livre da lei do marido. De sorte que, enquanto viver o marido, será chamada adúltera, se for de outro homem; mas, se ele morrer, ela está livre da lei, e assim não será adúltera se for de outro marido.(Romanos 7:2-3)

Por isso, é claro no verso que se uma mulher ou, no caso do homem também, se casa com outro, enquanto o marido ou a esposa está viva, a mulher será chamado adúltera, também o homem. É claro no livro:

E eu vos digo: qualquer que repudiar sua mulher, a não ser por prostituição, e casar com outra, comete adultério e aquele que casar com aquela que é repudiada comete adultério.(Mateus 19:9)

OBS: Casando com outra quando uma das partes ainda está viva constitui adultério. Claro que pode haver milhões de pessoas que acreditam no Livro dos Mórmons, e ninguém pode questionar a integridade dessas pessoas. Existem juízes, advogados e estadistas que pertencem a este grupo de pessoas que acreditam que a pluralidade de casamento, como ensinado no Livro dos Mórmons, é uma verdadeira revelação de Deus. Mas não é. Ela contradiz a palavra de Deus na Bíblia. Na Bíblia, especialmente para os bispos, ou aqueles que pregam o evangelho de Cristo, é permitido desposar só uma mulher.


É necessário, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma só mulher, temperante, sóbrio, ordeiro, hospitaleiro, apto para ensinar(I Timóteo 3:2)

Portanto, se você receber duas esposas, então você não está isento de culpa. Assim como o que aconteceu com Joseph Smith e Brigham Young, os dois primeiros líderes da Igreja Mórmon existentes atualmente em tantas partes do mundo. Brigham Young tinha 25 esposas e Joseph Smith, 48 esposas. Eles nem sequer respeitaram a revelação que diziam ter recebido de Deus. A revelação alega que você pode ter apenas dez esposas. Mas por causa da sua avidez por mulheres e sua luxúria, Joseph Smith tinha 48 e Brigham Young 25 esposas. Por que eu digo que o padrão de moralidade na Bíblia é muito mais excelente do que qualquer outro livro de religião, especialmente se formos compará-la com o Livro dos Mórmons? Primeiro, vocês tem que saber a minha intenção. Eu não estou tentando destruir a reputação de ninguém. Mas eu li que houve um apóstolo da Igreja Mórmon, que afirmou que seu Livro dos Mórmons é mais correto e excelente do que a Bíblia. Isto é o que eles têm a dizer:

“Quase todas as doutrinas do Evangelho são ensinadas no Livro de Mormon com muito mais clareza e perfeição do que as mesmas doutrinas reveladas na Bíblia. Qualquer um que estabelecer um paralelo entre estes dois grandes livros em questões específicas como julgamento, plano de salvação, união de Israel, batismo, dons do Espírito, milagres, revelação, fé, caridade, (ou qualquer outro de centenas de assuntos), encontrará prova conclusiva da superioridade dos ensinamentos do Livro dos Mormons.”

Embora tenha sido dito antes do meu tempo, antes de eu nascer, eu estou preocupado com isso pelo meu próximo. Por quê? Esta é uma afirmação blasfema, porque coloca as palavras de Joseph Smith acima das palavras de Deus,e isto é blasfêmia. Deus nos diz que o mais alto padrão de moralidade na vida de uma pessoa casada – é ter apenas uma esposa. Joseph Smith nos diz que ele pode ter dez, especialmente se elas forem virgens. Mas o próprio Joseph Smith não seguiu essa revelação. Ele acumulou 48 mulheres e a maioria delas não eram virgens. Eram mulheres de seus co-ministros em suas igrejas. Imagine, existe moral lá? Vamos perguntar a um membro ex-mórmon. Qual é o primeiro problema que eles enfrentam ao cumprir os ensinamentos errados do Livro dos Mórmons? O número um é o ciúme.
Nós fomos informados pela Bíblia e foi mencionado anteriormente que a palavra de Deus é apta para discernir a verdade. Ela penetra aos pensamentos e ao coração de um homem. O que é o ciúme, segundo a Bíblia? A Bíblia define o ciúme como a sabedoria dos demônios. É satânico. Vamos ler no livro de

porque o ciúme enfurece ao marido, que de maneira nenhuma poupará no dia da vingança.(Provérbios 6:34)
O ciúme é uma forma de raiva ou fúria que não vai poupar quando ele encontra tempo para se vingar. A história dá evidências e provas desta palavra poderosa de Deus. Há aqueles que matam seu marido ou sua esposa por causa de ciúme. Nenhum membro dos mórmons dirão que eles não sentem essa emoção humana, o ciúme. E isto é algo que os Mórmons não podem esconder. Foi uma confissão de um ex-membro dos mórmons. Se você estiver sob um mesmo teto com dez mulheres, que são esposas de um só homem, você vai ver a injustiça e a desigualdade no tratamento, porque nenhum homem pode tratar de forma eqüitativa a dez esposas de modo exatamente justo. Jacó ou Israel tinha apenas quatro esposas, mas seu amor por Rachel é maior que pelas outras três. E havia também o ciúme entre os filhos de Israel. É a razão pela qual José, o Sonhador foi vendido ou maltratado por seus onze irmãos, por causa de ciúme. O ciúme na poligamia é muito desenfreado não apenas entre as mulheres, mas também entre os filhos. Se você é uma das dez esposas de seu marido e cada uma de vocês tem cinco filhos, então você terá uma família de mais de cinquenta membros. Como o ciúme pode ser evitado entre os cinqüenta provenientes de úteros diferentes? Portanto, a poligamia ea pluralidade de casamento dão espaço para Satanás, porque o ciúme veio de Satanás.

Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica. Porque onde há ciúme e sentimento faccioso, aí há confusão e toda obra má.(Tiago 3:15-16)

Se você precisa acreditar, é melhor acreditar em Tiago, irmão de nosso Senhor Jesus Cristo do que acreditar nos falsos profetas dos mórmons. O ciúme é diabólico. É satânico e é produto da pluralidade do casamento, ou poligamia. Provando mais uma vez que o que Deus disse é a verdade fundamental sobre as paixões humanas e as emoções humanas. E se você tiver apenas uma esposa e viver segundo os padrões da palavra de Deus, um marido amoroso com sua esposa, e uma mulher que se submete ao marido:

porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o Salvador do corpo. Mas, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres o sejam em tudo a seus maridos. Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, a fim de a santificar, tendo-a purificado com a lavagem da água, pela palavra, para apresentá-la a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem qualquer coisa semelhante, mas santa e irrepreensível. Assim devem os maridos amar a suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.(Efésios 5:23-28)

Portanto, os laços e valores familiares estarão intactos e não haverá lugar como o lar se for um lar onde habita A Palavra de Deus e a moralidade. Chegar em uma casa com mulheres que competem para ser a mais desejável para um homem só e com crianças que competem para ser os herdeiros das riquezas de um único homem é como voltar para casa do inferno. Vocês podem comentar, sugerir e acrescentar ao que foi estabelecido neste artigo através dos seus comentários.

Que Deus os abençoe.

Atenciosamente,
Irmão Eli


fonte: http://www.mcgi.org/pt/topics/a_biblia_tem_o_mais_alto_codigo_de_moralidade/



Não deixe de visualizar esse estudo:

Codex Sinaiticus, cópia do ultimo manuscrito mais antigo da bíblia!

O Codex Sinaiticus é um projeto desenvolvido por quatro organizações: a Biblioteca Britânica, a Biblioteca Nacional Russa, o Monastério Santa Catarina (localizado no Monte Sinai, no ponto exato onde Deus apareceu para Moisés) e a Biblioteca da Universidade de Leipzig, na Alemanha. Sua existência é importantíssima para a história da Bíblia Sagrada.



Acesse:http://averdadenaopregada.blogspot.com/2011/03/codex-sinaiticus-copia-do-ultimo.html






Um comentário:

  1. Rafael Marcos Garcia2 de dezembro de 2011 12:50

    Explicação perfeita. De acordo com a biblia, e vemos a clareza espiritual por tras dos ensinamentos biblicos do irmão Eli Soreano. Gloria a Jesus.

    ResponderExcluir