quarta-feira, 17 de novembro de 2010

"Mudado o sacerdócio tem necessidade de mudança de Lei", saiba a verdade sobre o que aconteceu após esta mudança de acordo com a biblia!

Para entender o que aconteceu com a mudança de sacerdócio, primeiramente teremos que conhecer quem foi levantado por Deus para o sacerdócio, o tempo em que isso aconteceu e as situações que ocorreram para mudança. O título desse tópico está baseado na passagem biblica que o apóstolo Paulo estava ensinado ao povo Hebreu na era Cristã, o mesmo povo que era descedente dos judeus que Moisés liderou no Egito na época da primeira aliança. Vejamos a referência biblica:


Porque, mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança da lei. (Hebreus 7.12)


Então começaremos com a seguinte pergunta:


Quem foi o primeiro sacerdote de Deus relatado na biblia?


R. Se você pensou em Arão. irmão de Moisés errou!


Então quem foi o primeiro sacerdote relatado antes de Arão e seus filhos?


E Melquisedeque, rei de Salém, trouxe pão e vinho; e era este sacerdote do Deus Altíssimo. (Genesis 14.18)




Vejamos mais evidências biblica, agora no novo testamento, na era Cristã:


Porque este Melquisedeque, rei de Salém, sacerdote do Deus Altíssimo, que saiu ao encontro de Abraão, quando voltava da matança dos reis, e o abençoou,  

para o qual também Abraão separou o dízimo de tudo (primeiramente se interpreta rei de justiça, depois também é rei de Salém, ou seja, rei de paz; (Hebreus 7.1-2)


OBS: O Detalhe é que Abraão separou, pagou os dizimos ao Rei Melquisedeque, Sacerdote do Deus Altissímo, antes da lei que Deus ordenou ao sacerdócio Levito quando entregou os mandamentos a Moisés!

O que é um sacerdote e qual a sua função de acordo com a biblia?

Resp.: No Antigo testamento, Arão e sua descedência recebeu de Deus, o mandamento do Sacerdócio para servir com oficiante no culto realizado primeiro no Tabernáculo e depois no Templo. O sacerdote era mediador entre Deus e o povo de Israel, oferecendo sacrificios, recolhendo os dizimos de tudo e orando em favor do povo, conforme relatado nos versículos abaixo:


Assim, Arão levará os nomes dos filhos de Israel no peitoral do juízo sobre o seu coração, quando entrar no santuário, para memória diante do SENHOR continuamente.(Exodo 28.29)


Chamou o SENHOR a Moisés e, da tenda da congregação, lhe disse:Quanto aos filhos de Arão, foram eles divididos por seus turnos. Filhos de Arão: Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar.

Fala aos filhos de Israel e dize-lhes: Quando algum de vós trouxer oferta ao SENHOR, trareis a vossa oferta de gado, de rebanho ou de gado miúdo.
Se a sua oferta for holocausto de gado, trará macho sem defeito; à porta da tenda da congregação o trará, para que o homem seja aceito perante o SENHOR(Levítico 1.1-3)


Nadabe e Abiú morreram antes de seu pai e não tiveram filhos; Eleazar e Itamar oficiavam como sacerdotes.(1 Crônicas 24.1)


Disse o SENHOR a Arão: Tu, e teus filhos, e a casa de teu pai contigo levareis sobre vós a iniqüidade relativamente ao santuário; tu e teus filhos contigo levareis sobre vós a iniqüidade relativamente ao vosso sacerdócio. (Números 18.1)


Mas tu e teus filhos contigo atendereis ao vosso sacerdócio em tudo concernente ao altar, e ao que estiver para dentro do véu, isto é vosso serviço; eu vos tenho entregue o vosso sacerdócio por ofício como dádiva; porém o estranho que se aproximar morrerá.(Números 18.7)


Aos filhos de Levi dei todos os dízimos em Israel por herança, pelo serviço que prestam, serviço da tenda da congregação.
E nunca mais os filhos de Israel se chegarão à tenda da congregação, para que não levem sobre si o pecado e morram. (Números 18.21-22)





Porque os sacerdotes eram chamados filhos de Levi, pois a ordem era para dar aos filhos de Arão também. Arão era levita?

Então, se acendeu a ira do SENHOR contra Moisés, e disse: Não é Arão, o levita, teu irmão? Eu sei que ele fala fluentemente; e eis que ele sai ao teu encontro e, vendo-te, se alegrará em seu coração.(Exodo 4,14)
 
 
Vejam como a ordem de Deus para o povo de Israel está bem claro, pois foram mandamentos ordenados aos filhos de Israel no Monte Sinai através de Moisés. Vejam abaixo a prova:


Também todas as dízimas da terra, tanto dos cereais do campo como dos frutos das árvores, são do SENHOR; santas são ao SENHOR. (Levítico 27.30)

No tocante às dízimas do gado e do rebanho, de tudo o que passar debaixo do bordão do pastor, o dízimo será santo ao SENHOR(Levítico 27.32)

São estes os mandamentos que o SENHOR ordenou a Moisés, para os filhos de Israel, no monte Sinai.(Levítico 27.34) 


OBS: Vejam que tudo o que mostramos até aqui estão de acordo com as suas respectivas bíblias, caso vocês estejam acompanhando, então vejam que  não há nenhuma alteração ou manipulação de informações. Então pudemos observar quem foi o primeiro sacerdote, qual a sua função de recolher os dizimos e ofertas dos povo, não somente um ou outro, mais os sacerdotes receberam a ordem de recolher e apresentar os dois (dizimos e ofertas), para que o povo de Israel não morressem.
 

VAMOS VER A MUDANÇA NO SACERDÓCIO, E O QUE ACONTECEU AGORA NA ERA CRISTÃ, NA GRAÇA!!!


Devido a falta de entendimento, de estudos bíblicos, muitos acham que a mudança de sacerdócio só aconteceu para as ofertas de animais, devido a oferta do Senhor Jesus na cruz. Mais com estudos detalhados e através da própria escritura sagrada e com a ajuda e misericórdia de Deus, poderemos entender mais essa declaração do Apostolo Paulo nas passagens abaixo aos Cristãos do primeiro século, e que devem ser obedecida pelos cristãos atualmente também.


Se, portanto, a perfeição houvera sido mediante o sacerdócio levítico (pois nele baseado o povo recebeu a lei), que necessidade haveria ainda de que se levantasse outro sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque, e que não fosse contado segundo a ordem de Arão?
Pois, quando se muda o sacerdócio, necessariamente há também mudança de lei. (Hebreus 7.11-12)




Em primeiro lugar, precisamos saber quem foi que orientou o Apostolo Paulo a escrever isso. Vejamos:


Paulo, apóstolo, não da parte de homens, nem por intermédio de homem algum, mas por Jesus Cristo e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos,(Galatas 1.1)


Faço -vos, porém, saber, irmãos, que o evangelho por mim anunciado não é segundo o homem,
porque eu não o recebi, nem o aprendi de homem algum, mas mediante revelação de Jesus Cristo.(Galatas 1.1)


OBS: Só nestas duas passagem já está bem claro quem foi o apóstolo Paulo para escrever as cartas as igrejas anunciando o evangelho de Cristo, e a mudança do sacerdócio escrito em Hebreus por Paulo, é a nova ordem de Deus para os seus filhos do primeiro século e para os que creem em Jesus Cristo agora!


Vejamos mais passagens para que não aja duvidas em relação as afirmações do apóstolo Paulo na pregação aos gentios, que somente pela fé em obediência ao evangelho de Cristo, é que seremos considerados filhos de Deus por adoção e não mais só os judeus, que inicialmente foram instituídos por Deus como filhos na época da lei, e por isso que temos que ficar atentos a pregação do apóstolo Paulo em suas cartas as igrejas porque servem para que todos possam pela fé, incluindo, nós brasileiros, se tivermos obediência ao que foi escrito na pregação do apostolo enviado aos gentios, é que seremos transformados em filhos de Deus pela fé e obteremos a salvação.


Quando, porém, ao que me separou antes de eu nascer e me chamou pela sua graça, aprouve
revelar seu Filho em mim, para que eu o pregasse entre os gentios, sem detença, não consultei carne e sangue,(Galatas 1.15-16)


(pois aquele que operou eficazmente em Pedro para o apostolado da circuncisão também operou eficazmente em mim para com os gentios)
e, quando conheceram a graça que me foi dada, Tiago, Cefas e João, que eram reputados colunas, me estenderam, a mim e a Barnabé, a destra de comunhão, a fim de que nós fôssemos para os gentios, e eles, para a circuncisão;(Galatas 2.8-9)


OBS: Está claro que Jesus Cristo que levantou Pedro com apostolo para pregar aos Judeus, e também fez com Paulo e Barnabé, para que fossem aos gentios. Saiba que todos que não fazem parte de Israel, povo Judeu, biblicamente é considerado gentios, e nós brasileiros também estamos inclusos como gentios até que a fé em Cristo nos transforme em Filhos de Deus, e através do batimos nos tornemos filhos de Deus, conforme o versiculo abaixo:


Pois todos vós sois filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus;
porque todos quantos fostes batizados em Cristo de Cristo vos revestistes.(Galatas 3.26-27)


 
Se vocês observaram a introdução dos estudos bíblicos desse tópico, todos versículos apresentando mostram claramente a ordem de Deus através dos Seus profetas no passado, como Moisés, Arão e os profetas que escreveram os livros no antigo testamento. Mas agora, vejam o que Paulo fala na carta aos Hebreus,  o povo que tinha muito respeito nos preceitos dos seus pais da época do egito, e nesse mesmo livro de Hebreus, o apóstolo Paulo  nos mostra a mudança sacerdotal e o acontecido na lei, ele admoesta esse povo, explicando que Deus usou muitos no passado, mais agora devemos olhar somente para Cristo. Vejam:

Havendo Deus, outrora, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas,
nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o universo.(Hebreus 1.1-2)

Falou o que, e através de quem, o Senhor Jesus Cristo nos últimos dias?
Então, eu perguntei: Quem és tu, Senhor? Ao que o Senhor respondeu: Eu sou Jesus, a quem tu persegues.
Mas levanta-te e firma-te sobre teus pés, porque por isto te apareci, para te constituir ministro e testemunha, tanto das coisas em que me viste como daquelas pelas quais te aparecerei ainda,
livrando-te do povo e dos gentios, para os quais eu te envio,
para lhes abrires os olhos e os converteres das trevas para a luz e da potestade de Satanás para Deus, a fim de que recebam eles remissão de pecados e herança entre os que são santificados pela fé em mim. (Atos 26.15-18)



OBS: Se vocês observarem, Paulo foi parado pelo Senhor Jesus Cristo, e o próprio Senhor afirmou que revelaria coisas das quais ainda vão aparecer!!

Pela misericórdia de Deus, saiba agora que coisas são essas reveladas, principalmente sobre a mudança do sacerdócio levítico, ao apóstolo Paulo quando ele foi arrebatado aos céus e se encontrou com o Senhor Jesus após a vinda na terra:
Porque a lei constitui sumos sacerdotes a homens sujeitos à fraqueza, mas a palavra do juramento, que foi posterior à lei, constitui o Filho, perfeito para sempre.(Hebreus 7.28)
(pois a lei nunca aperfeiçoou coisa alguma), e, por outro lado, se introduz esperança superior, pela qual nos chegamos a Deus. E, visto que não é sem prestar juramento (porque aqueles, sem juramento, são feitos sacerdotes, (Hebreus 7.19-20)
Que lei é essa que agora na Era Cristã, depois das revelações do Senhor Jesus Cristo ao Apóstolo Paulo, após arrebatado, para escrever as cartas para as igrejas e levar o evangelho de Cristo revelado aos gentios, que lei é essa que levantou sacerdotes sujeitos a fraqueza?
e, por meio dEle, todo o que crê é justificado de todas as coisas das quais vós não pudestes ser justificados pela lei de Moisés.(Atos 13.39)

apóstolo Paulo ensinou aos Hebreus na era Cristã, através da revelação do próprio Senhor Jesus, que não somos mais justificados de algo que Deus ordenou na primeira alinça, na lei de Moiséis para Israel. Veja agora você mesmo o que é:
Ora, os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm mandamento de recolher, de acordo com a lei, os dízimos do povo, ou seja, dos seus irmãos, embora tenham estes descendido de Abraão; (Hebreus 7.5)
OBS: Veja que, se você estiver com sua bíblia na mão, o apóstolo Paulo enviado pela vontade de Deus, não está falando inicialmente no capítulo 7, sobre oferta ossada, sobre sacrifício de animais ou orações que os sacerdotes tinha que fazer pelo povo de Israel. Todo o capitulo esta se referindo ao dízimo. Acompanhe e leia na sua biblia!

A prova de que o capitulo está falando somente do dizimo é que o apostolo Paulo está fazendo uma comparação Genealógia de Melquisedeque e o Senhor Jesus, está logo no início, pois ambos biblicamente são sacerdotes do Deus altissimo em suas respectivas épocas e que não pertencia a tribo dos filhos de levi, na qual receberam o mandamento de recolher os DIZIMOS do povo de ISRAEL, não dos gentios da época, pois tanto Melquisedeque e Jesus não receberam ordens de Deus para recolher os dizimos conforme mandamento ordenado a Arão e seus filhos na Lei de Móises. Vejam a explicação e comparação que Paulo nos mostra:


Porque este Melquisedeque, que era rei de Salém, sacerdote do Deus Altíssimo, e que saiu ao encontro de Abraão quando ele regressava da matança dos reis, e o abençoou;
A quem também Abraão deu o dízimo de tudo, e primeiramente é, por interpretação, rei de justiça, e depois também rei de Salém, que é rei de paz;
Sem pai, sem mãe, sem genealogia, não tendo princípio de dias nem fim de vida, mas sendo feito semelhante ao Filho de Deus, permanece sacerdote para sempre.(Hebreus 7.1-3)

O que aconteceu com a mudança de sacerdócio, os filhos de Levi, da descendência de Arão, irmão de Moisés na era do cristianismo, depois que o Senhor Jesus Cristo veio na terra para assumir o sumo sacerdote eternamente,  conforme a ordem de Melquisedeque?


Porquanto se testifica: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.
Portanto, por um lado, se revoga a anterior ordenança, por causa de sua fraqueza e inutilidade (pois a lei nunca aperfeiçoou coisa alguma), e, por outro lado, se introduz esperança superior, pela qual nos chegamos a Deus.(Hebreus 7.17-19)

OBS: Por favor pegue o dicionário e veja o sentido da palavra revogar, eu já vou adiantar, mais mesmo assim, veja para que você não ache que está sendo enganado neste blog.

Conforme registra no dicionário aurélio, revogar é anular!!!


Vou provar na biblia para vocês que o Senhor Jesus Cristo não quer que os Cristãos verdadeiros, os filhos de Deus, batizados na verdadeira igreja de Deus, dêem os dizimos na época Cristã, na graça, pois isto foi mandamentos do Senhor Deus para Moisés na época da lei. Vejam esses dois versículos:

No tocante às dízimas do gado e do rebanho, de tudo o que passar debaixo do bordão do pastor, o dízimo será santo ao SENHOR(Levítico 27.32)

São estes os mandamentos que o SENHOR
ordenou a Moisés, para os filhos de Israel, no
monte Sinai.(Levítico 27.34) 



Vejam a prova biblioteca que foi abolido, "OS MANDAMENTOS" da lei, que acabou, pois começou a prevalecer uma nova ordem, agora em Cristo, o Sumo Sacerdote eternamente, quando o Senhor Jesus foi pregado na Cruz. Vejam a verdade:
Mas, agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto.
Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derribando a parede de separação que estava no meio, a inimizade,
Aboliu, na sua carne, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz,
e, pela cruz, reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades (Efésios 2.13-16)



Veja o que Apóstolo Paulo, verdadeiro enviado do Senhor Jesus Cristo, pela vontade de Deus, ensina ao povo Hebreu que, quando Jesus assumiu o sacerdócio para sempre conforme a ordem de Melquisedeque, gerado por Deus, o sacerdócio levitico acabou com a morte dos últimos sacerdotes. Vejam a prova:


mas este, com juramento, por aquele que lhe disse: O Senhor jurou e não se arrependerá: Tu és sacerdote para sempre);
por isso mesmo, Jesus se tem tornado fiador de superior aliança.
Ora, aqueles são feitos sacerdotes em maior número, porque são impedidos pela morte de continuar;
este, no entanto, porque continua para sempre, tem o seu sacerdócio imutável.(Hebreus 7.21-24)



OBS: O meu Senhor Jesus Cristo, Sumo sacerdote eternamente e imutavél, que quer dizer: insubistituível, e com isso, ninguem na era cristã pode assumir as responsabilidades de um sacerdote, de recolher dizimos, ofertas continuas, unção sacerdotal, pois Cristo é que é o sumo sacerdote para sempre. E neste versículo nos mostra que com a morte dos sacerdote da lei de Moisés, da ordem de Arão, hoje são impedidos pela morte de dos filhos de levi, de continuar o sacerdócio que agora foi assumido pelo Senhor Jesus. Essa é a verdade confira na sua biblia!!!



Veja agora, mais uma prova bíblica, de que não há sacerdotes humanos para os dias atuais, na era cristã, pois são impedidos de continuar quando o Senhor Jesus assumiu o sacerdócio imutavél.


De tanto melhor concerto Jesus foi feito fiador,
E, na verdade, aqueles foram feitos sacerdotes em grande número, porque pela morte foram impedidos de permanecer,
Mas este, porque permanece eternamente, tem um sacerdócio perpétuo.(Hebreus 7.22-24)




Quem são esses sacerdotes em grande numero que são impedidos de continuar?


E Arão e seus filhos queimavam perfumes sobre o altar do holocausto e sobre o altar do incenso, para toda a obra do {lugar} santíssimo, e para fazer expiação por Israel, conforme tudo quanto Moisés, servo de Deus, tinha ordenado.
E estes foram os filhos de Arão: seu filho Eleazar, seu filho Finéias, seu filho Abisua,
Seu filho Buqui, seu filho Uzi, seu filho Seraías,
Seu filho Meraiote, seu filho Amarias, seu filho Aitube,
Seu filho Zadoque, seu filho Aimaás.( 1 Crônicas 6.49-53)





Vejam a prova abaixo, a relação dos descendentes do sacerdócio levítico, que o apóstolo Paulo estava se referindo em (Hebreus 7.22-24), que com a morte, esses sacerdotes relacionados abaixo são impedidos de continuar quando o Senhor Jesus Cristo assumiu o sacerdócio imutável:

Estes foram os filhos de Levi: Gérson, Coate e Merari.

Estes foram os filhos de Coate: Anrão, Isar, Hebrom e Uziel.
Estes foram os filhos de Anrão: Arão, Moisés e Miriã. Estes foram os filhos de Arão: Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar.
Eleazar gerou Finéias, Finéias gerou Abisua,
Abisua gerou Buqui, Buqui gerou Uzi,
Uzi gerou Zeraías, Zeraías gerou Meraiote,
Meraiote gerou Amarias, Amarias gerou Aitube,
Aitube gerou Zadoque, Zadoque gerou Aimaás,
Aimaás gerou Azarias, Azarias gerou Joanã,
Joanã gerou Azarias que foi sacerdote no templo construído por Salomão em Jerusalém;
Azarias gerou Amarias, Amarias gerou Aitube,
Aitube gerou Zadoque, Zadoque gerou Salum,
Salum gerou Hilquias, Hilquias gerou Azarias,
Azarias gerou Seraías, e Seraías gerou Jeozadaque.
Jeozadaque foi levado prisioneiro quando o Senhor enviou Judá e Jerusalém para o exílio por meio de Nabucodonosor.
Estes foram os filhos de Levi: Gérson, Coate e Merari.
Estes são os nomes dos filhos de Gérson: Libni e Simei.
Estes foram os filhos de Coate: Anrão, Isar, Hebrom e Uziel.
Estes foram os filhos de Merari: Mali e Musi. Estes são os clãs dos levitas alistados de acordo com os seus antepassados:
De Gérson: Seu filho Libni, que foi o pai de Jaate, pai de Zima,
que foi o pai de Joá, pai de Ido, pai de Zerá, que foi o pai de Jeaterai.
De Coate: Seu filho Aminadabe, pai de Corá, que foi o pai de Assir,
pai de Elcana, pai de Ebiasafe, que foi o pai de Assir,
pai de Taate, pai de Uriel, pai de Uzias, que foi o pai de Saul.
De Elcana: Amasai, Aimote e Elcana, pai de Zofai, pai de Naate,
que foi o pai de Eliabe, pai de Jeroão, pai de Elcana, que foi o pai de Samuel.
De Samuel: Joel, o mais velho, e Abias, o segundo.
De Merari: Mali, pai de Libni, pai de Simei, que foi o pai de Uzá,
pai de Siméia, pai de Hagias, que foi o pai de Asaías.
Estes são os homens a quem Davi encarregou de dirigir os cânticos no templo do Senhor depois que a arca foi levada para lá.
Eles ministravam o louvor diante do tabernáculo, da Tenda do Encontro, até quando Salomão construiu o templo do Senhor em Jerusalém. Eles exerciam suas funções de acordo com as normas estabelecidas.
Estes são os que ministravam, junto com seus filhos: Dentre os coatitas: O músico Hemã, filho de Joel, filho de Samuel,
filho de Elcana, filho de Jeroão, filho de Eliel, filho de Toá,
filho de Zufe, filho de Elcana, filho de Maate, filho de Amasai,
filho de Elcana, filho de Joel, filho de Azarias, filho de Sofonias
filho de Taate, filho de Assir, filho de Ebiasafe, filho de Corá,
filho de Isar, filho de Coate, filho de Levi, filho de Israel.
À direita de Hemã, ficava seu parente Asafe, filho de Berequias, filho de Siméia,
filho de Micael, filho de Baaséias, filho de Malquias,
filho de Etni, filho de Zerá, filho de Adaías,
filho de Etã, filho de Zima, filho de Simei,
filho de Jaate, filho de Gérson, filho de Levi.
Dentre os meraritas: À esquerda de Hemã, parente dos meraritas, ficava Etã, filho de Quisi, filho de Abdi, filho de Maluque,
filho de Hasabias, filho de Amazias, filho de Hilquias,
filho de Anzi, filho de Bani, filho de Sêmer,
filho de Mali, filho de Musi, filho de Merari, filho de Levi.
Seus parentes, os outros levitas, foram encarregados de cuidar de todo o serviço do tabernáculo, o templo de Deus.(1 Crônicas 6.1-48)




E os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm ordem, segundo a lei, de tomar o dízimo do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão.(Hebreus 7.5)


Agora na era Cristã, esses versículos abaixo falam dos homens relacionados a cima, e que não são pregados como deveriam após o Senhor ter estabelecido um novo pacto como os homens. Vejam:


De sorte que, se a perfeição fosse pelo sacerdócio levítico (porque sob ele o povo recebeu a lei), que necessidade havia logo de que outro sacerdote se levantasse, segundo a ordem de Melquisedeque, e não fosse chamado segundo a ordem de Arão?(Hebreus 7.11)


Porque a lei constitui sumos sacerdotes a homens fracos, mas a palavra do juramento, que veio depois da lei, constitui ao Filho, perfeito para sempre.(Hebreus 7.28)




Na era cristã, ninguem pode se quer afirmar que é sacerdote de Deus, pois isso é contra a ordem de Deus na biblia. Essa gloria é do Senhor Jesus que foi chamado por Deus para este cargo, isso é mais uma prova de que vocês estão sendo enganados por seus bispos, pastores e padres. Veja a prova:


E ninguém toma para si esta honra, senão o que é chamado por Deus, como Arão.
Assim também Cristo não se glorificou a si mesmo, para se fazer sumo sacerdote, mas aquele que lhe disse: Tu és meu Filho, Hoje te gerei (Hebreus 5.4-5)

Chamado por Deus sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque.(Hebreus 5.10)



Devido a imperfeição vista por Deus, ao sacerdócio levitico, na qual Ele ordenou a Moisés, no monte Sinai, para os filhos de levi, que foi Arão e sua descendência , o que aconteceu devido as falhas no serviço sacerdotal?


Assim também Cristo não se glorificou a si mesmo, para se fazer sumo sacerdote, mas aquele que lhe disse: Tu és meu Filho, Hoje te gerei.
Como também diz, noutro lugar: Tu és sacerdote eternamente, Segundo a ordem de Melquisedeque.(Hebreus 5.5-6)



Porque, mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança da lei.(Hebreus 7.12)


Agora que mudança é essa na lei, que o apóstolo Paulo estava falando com os Hebreus, na era Cristã, a respeito da mudança do sacerdócio levitico, que foi imperfeito, para o Sacerdocio Imutável, conforme a ordem de Melquisedeque, na qual foi o senhor Jesus Cristo quem assumiu. Qual foi a mudança relatada neste capitulo?


Porque dele assim se testifica: Tu és sacerdote eternamente, Segundo a ordem de Melquisedeque.
Porque o precedente mandamento é revogado por causa da sua fraqueza e inutilidade (Pois a lei nenhuma coisa aperfeiçoou) e desta sorte é introduzida uma melhor esperança, pela qual chegamos a Deus.(Hebreus 7.17-19)


Mais uma vez, veremos qual o mandamento que foi revogado, anulado, na qual o apóstolo Paulo estava se referindo neste capítulo 7, de Hebreus e que deve ser obedecido pelos que se dizem servos de Jesus Cristo, pois isso é mandamento de Deus para era Cristã. Vejamos:

E os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm ordem, segundo a lei, de tomar os dízimos do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que estes também tenham saído dos lombos de Abraão;(Hebreus 7.5)


Também todas as dízimas da terra, tanto dos cereais do campo como dos frutos das árvores, são do SENHOR; santas são ao SENHOR. (Levítico 27.30)



No tocante às dízimas do gado e do rebanho, de tudo o que passar debaixo do bordão do pastor, o dízimo será santo ao SENHOR(Levítico 27.32)


São estes os mandamentos que o SENHOR
 ordenou a Moisés, para os filhos de Israel, no monte Sinai.(Levítico 27.34) 


Veja a mudança da lei, que não tem mais ordem de pagar 10%, os dizimos, essa é a nova ordem de Deus na era Cristã através do Senhor Jesus Cristo, para os que realmente obedecem a Deus, basta reconhecerem que o Senhor Jesus é o Sumo sacerdote imutável:


Ora, quanto à coleta para os santos fazei vós também o mesmo que ordenei às igrejas da Galiléia.
No primeiro dia da semana cada um de vós ponha de parte o que puder, conforme tiver prosperado, guardando-o, para que se não façam coletas quando eu chegar.(1 Corintios 16.1-2)


Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, nem por constrangimento; porque Deus ama ao que dá com alegria. (2 corintios 9.7)


Na lei de Moisés, na antiga aliança, os dizimos não eram contribuidos conforme a prosperidade, ou proposto no coração. A ordem as israelitas era de pagar os dizimos. Veja mais uma prova de que era para os israelitas e não para os cristãos:


E, por assim dizer, por meio de Abraão, até Levi, que recebe dízimos, pagou dízimos.(Hebreus 7.9)

Lembrai-vos da lei de Moisés, meu servo, que lhe mandei em Horebe para todo o Israel, a saber, estatutos e juízos. (Malaquias 4.4)

OBS: Agora analise bem, tem ordem de dar, pagar 10%, de pagar os dizimos para os cristãos? A palavra de Deus contida na bíblia é claro, a diferença é que na lei dada a Moisés, o povo de Israel tinha que pagar os dizimos. Não enxerga quem não quer. Infelizmente o problema de muitas pessoas de bom coração, acreditam muito mais nos seus pastores e bispos, do que na palavra de Deus devida a falta de leitura!

Se você quiser continuar obedecendo aos seus bispos e pastores, que se dizem sacerdotes de Deus,  que ensinam a pagar os dizimo a eles em sua igrejas para amarrar o devorador. Infelizmente você esta sendo enganado, e pior do que isso, Deus deixou através do apóstolo Paulo, a quem revelou esta mesma mudança, uma grave admoestação para os querem pagar os dizimos que foi ordenado ao povo de Israel, e que foi provado neste blog através de estudos diretos na bíblia, sem essa de interpretação própria, pois aonde está que a interpretação do teu pastor está certo, ele pega um versículo da bíblia para falar do dizimo, aqui vc encontra dezenas e centenas de versículos para mostrar que os sacerdotes levantados na lei de Moisés, foram homens sujeitos a fraquezas e que Jesus Cristo é o Sumo sacerdote eternamente e revogou a anterior ordenança que é o dizimo, está claro no capitulo de (Hebreus 7. 1-19). Vejam se você continuar:

Separados estais de Cristo, vós os que vos

justificais pela lei; da graça tendes caído.(Galatas 5.4)




E o pior, é que seus pastores e bispos, equivocados da palavra de Deus,  te ensinam a falar com Deus "com intrepidez", "com ousadia", "colocando suposta-mente Deus na parede", porque você pagou seus dizimo e agora Deus "tem que cumprir o que prometeu. Isso é justifica diante de Deus, e  muito errado por sinal, então veja o grave pecado que estão cometendo. Vejam:


Quem és tu, ó homem, para discutires com Deus? Porventura, pode o objeto perguntar a quem o fez: Por que me fizeste assim? (Romanos 9.20)


Vocês estão botando em risco a salvação, por favor dediquem seu tempo para leitura biblica, pois no dia do arrebatamento, esses que se exalta na presença de Deus, cobrando resposta de Deus por ter feito algo como dar dizimo, quem anda direitinho nessa vida, se cobrar isso do Criador será humilhado. Os preceitos do dizimo estão na lei de Moisés para os sacerdotes levíticos, Arão e seus filhos, foi provado biblicamente neste tópico, pois leia outra vez e com calma. Veja o que aconteceu ao mestre da lei de Moisés, aqueles que justificam suas obras, quando oram diante da presença de Deus. Vejam:


Dois homens subiram ao templo com o propósito de orar: um, fariseu, e o outro, publicano.
O fariseu, posto em pé, orava de si para si mesmo, desta forma: Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros, nem ainda como este publicano;
jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho.
O publicano, estando em pé, longe, não ousava nem ainda levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, sê propício a mim, pecador!
Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque todo o que se exalta será humilhado; mas o que se humilha será exaltado.(Lucas 18.10-14)

OBS: Viram que quando você dá o teu dizimo e ainda clama a Deus por resposta dizendo: "Estou Te obedecendo, cade as janelas dos Ceus, eu não aceito essa situação de miséria," porque não sou infiel e o Senhor prometeu!!, isto é JUSTIFICAÇÃO DIANTE DE DEUS DE UM VERSICULO DA LEI DA A MOISÉS, VEJA EM (MALAQUIAS 4.4). Agora, você lembra do que o apostolo paulo disse aos Cristão em Galatas:

Separados estais de Cristo, vós os que vos

justificais pela lei; da graça tendes caído.(Galatas 5.4)



e, por meio dEle, todo o que crê é

justificado de todas as coisas das quais vós

não pudestes ser justificados pela lei de

Moisés.(Atos 13.39)


Oro para que Deus tenha misericórdia e possa iluminar os meus amigos e aos leitores! Veja os outros tópicos e conheça o nome da verdadeira igreja do Senhor, que é a Casa do Deus vivo, coluna e baluarte da verdade (é o primeiro tópico). Verdade essa que você acabou de ler!!!

Atenção: Todos os tópicos apresentados nesse Blog, são estudos adquiridos em ações de graças,  exposições da bíblia na verdadeira igreja aonde o próprio Deus colocou Seu nome perpetuamente (2 Crônicas 7.14,15,16), são estudos que foram apresentados pelos ministros responsáveis o Irmão Eli Soreano e Daniel Razon, aonde tirei a essência que tem por trás de cada estudo apresentado nas ações de Graça, com a misericordia e auxilio de Deus aonde o  objetivo maior é, de mostrar a verdade bíblica que não escutamos nas igrejas anteriores. De forma nenhuma, quero glória para minha vida, e nem mesmo estou soberbo, Deus conhece muito bem meu coração, e criei esse blog para mostrar a verdade, e nunca ferir, ofender ou denegrir ninguém. Pois amo a todos, católicos, espíritas, evangélicos, budistas e etc. Mais tenho dentro do meu coração fazer o bem, mostrar a verdade contida na bíblia, sem fins financeiros ou com outros interesses de acordo com a bíblia em (Tiago 4.17).

10 comentários:

  1. Se eles explicarem isso em suas igrejas, vão perder a "MAMATA DA GRANA CERTA", o membro que ganha R$ 30.000,00 por mês, dá na mãos deles R$ 3.000,00 todo mês! E eles não querem perder isso. Quem é que vai bacar a gasolina do carros deles, da primeira dama e dos filhinhos ricos e mimados do bispo e do pastor deles? Quem vai bancar a gasolina do avião particular que leva eles para passear na disney, em cancum e mts outros lugares. Sem falar da casa de praia, casa em Campos dos Jordão, dos encontros carissimos com politicos e empresários. Quem vai bancar a Emissora de TV? Em quanto mts dos seus membros não tem o dinheiro para ir no culto na propria igreja deles. Andam a pé horas para ir e voltar, e vc sabe bem disso André! Essa verdade eles não mostram na TV, "meia duzia" dão testemunho de conquistas, mais o pastor não pergunta quem tá na miséria, mesmo com 5 nos, 10 anos, 20 nos para cima dentro da igreja, e participa de várias campanhas e da dizimos sempre!! Isso ele não mostra!! São muitos dentro das "igrejas do dinheiro" mais de 80% dos seus membros. Pagam para receber mentiras e perdição. Cegos guiando outros cegos!!!
    E O PROBLEMA MAIOR NÃO É O DINHEIRO NÃO!!!
    Pelo que eu entendi na biblia, e esse estudo mostra detalhadamente, ele trocam o sacerdócio do Senhor Jesus Cristo conforme a ordem de Melquisedeque, que é imutável na era cristã, pelo sacerdócio levitco, na qual se baseia o pastor da sua igreja, baseado na lei de Moisés, que é lido em seus cultos como ordem de Deus, e não é considerado a nova ordem de Deus, através do Senhor Jesus Cristo deixou para os apostolos!!

    ESSE É O GRANDE PROBLEMA DELES, E GRAÇAS A DEUS EU ENTENDI AGORA!!!

    ResponderExcluir
  2. RAFAEL MARCOS GARCIA2 de dezembro de 2011 13:52

    Parabéns, só o amor pode salvar, com ou sem dízimo a obra tem que ser de graça. O que recebo de graça dou de graça. Amém

    ResponderExcluir
  3. RAFAEL MARCOS GARCIA16 de outubro de 2012 11:13

    Brother Eli, Parabéns pelo site

    ResponderExcluir
  4. bom dia, acredito que Deus ouviu as nossas orações, enviando o irmão Eli ao nosso País, Graças a Deus. Por que creio que estamos perto do fim dos tempos, os acontecimentos estão a todo momento, terremotos, enchentes, peste, guerras, e esses pastores aqui do Brasil enganando enganando as pessoas com demonstração de milagres. estámos preste ao principio do fim. Obrigado Deus pela sua infinita misericordia conosco, pela vinda desse pregador VERDADEIRO. nos ensinando a conhecer as escrituras para a nossa salvação. Não tenho como agradecer pela vida desse Irmão Eli, que Deus o proteja e que lhe dê forças para continuar até o fim.

    ResponderExcluir
  5. Pois quando se muda o sacerdócio, necessariamente há também mudança de lei (...) Portanto, por um lado, se revoga a anterior ordenança, por causa de sua fraqueza e inutilidade" (Hb 7.12 e 18)

    Em que aspecto houve mudança de lei? Se observarmos com cuidado o contexto perceberemos que o autor trata da substituição (de certa forma) da lei do sacerdócio levítico por um sacerdócio superior conforme o Sl 110.4 que é citado no versículo 17 que diz: "Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque". Claro se o sacerdócio de Melquisedeque é declarado eterno (para sempre) o sacerdócio levítico é inferior àquele. Por isso diz ainda o versículo 14: "pois é evidente que nosso Senhor procedeu de Judá, tribo à qual Moisés nunca atribuiu sacerdotes". e ainda v.15: "quanto à semelhança de Melquisedeque, se levanta outro sacerdote..." Quem é este sacerdote? Jesus Cristo.

    Jesus não podia exercer sacerdócio segundo a carne, pois era da tribo de Judá, ofício restrito (na terra) aos da tribo de Levi. Mas, ele exerce superior sacerdócio junto ao pai segundo a ordem de Melquisedeque. Pois o sacerdócio de Jesus não é: "...segundo a regra de uma prescrição carnal, mas de acordo com o poder de uma vida imperecível" (v.16 - Bíblia de Jerusalém - Edições Paulinas).

    O que quer dizer este texto? Que a Lei é carnal? Que os mandamentos são carnais? Obviamente que não, pois como disse Paulo: "Porque sabemos que a Lei é espiritual..." (Rm 7.14). Na verdade o texto se refere a linhagem de sacerdotes segundo a carne, o sacerdócio levítico. A prescrição da Lei que estabelece o sacerdócio terreno, ou seja, os da Casa de Levi.

    A Bíblia de Jerusalém comenta que esta regra "carnal" é: "Aquela que reserva o sacerdócio de Levi exclusivamente à sua descendência carnal". Neste aspecto podemos concluir que não foi a LEI que foi abolida, mas uma prescrição da lei que estabelece o sacerdócio levítico deu lugar ao sacerdócio superior, o de Jesus Cristo. Mesmo assim, observe que o princípio de mediação através de um sacerdote foi mantido. Este princípio está na LEI, a necessidade de um mediador é um princípio eterno.

    Percebemos então que Jesus Cristo é um sumo sacerdote, cujo serviço é prefigurado no ministério do sacerdote Melquisedeque, soberano e acima do sacerdócio levítico. Sendo assim, a Lei que dizia que só os sacerdotes levitas podiam se achegar em intercessão a D'us foi suplantada por um sacerdócio celestial e superior. Por isso ainda diz: "Com efeito, nos convinha um sumo sacerdote como este, santo, inculpável, sem mácula, separado dos pecadores e feito mais alto do que os céus (...) Porque a Lei constitui sumos sacerdotes a homens sujeitos à fraqueza, mas a Palavra do juramento, que foi posterior à Lei, constitui o Filho, perfeito para sempre" (Hb 7.26 e 28). A "palavra do juramento" se refere a promessa que o Eterno fez no Salmo 110.4: "O Senhor jurou e não se arrependerá: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque", este juramento perpetua o sacerdócio de Jesus.

    O texto em nenhum momento faz referência a mudança da LEI por outra LEI. Mas, na mudança de uma prescrição da Lei, a do sacerdócio levítico.

    O problema está em desassociar a LEI da Aliança. A imagem que um cristão geralmente tem é que a Nova Aliança é um pacto de "graça" enquanto a Primeira Aliança é de "lei". Esta idéia é imprecisa, pois quando a Nova Aliança foi prometida pelo Eterno através do profeta Jeremias (citado pelo próprio autor de Hebreus) ele disse: "(...) firmarei Nova Aliança com a casa de Israel e com a casa de Judá (...) porque esta é a aliança que firmarei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o Senhor: Na sua mente imprimirei AS MINHAS LEIS, também sobre o seu coração as inscreverei..." (Jr 31.31-34 e Hb 8.8,10). A Nova Aliança não é uma aliança sem Lei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. só uma questão, pelo comentário anterior, nota-se que "não há mudança de LEI por outra LEI", ou seja quis dizer que como não foi mandada outra lei, devemos continuar com a antiga, ou seja, ainda com a LEI de moisés, que foi dada para o povo de Deus, que antes da vinda do Senhor Jesus, era israel, e que se nós assumirmos o Senhor Jesus Cristo como nosso único salvador, nos tornamos filhos de DEUS, sendo assim nos tornamos povo de Deus. Assim teríamos que cumprir também a Lei inteira, certo? Porque não podemos escolher partes da lei para serem cumpridas e as outras não, a lei de moisés que manda colher o dízimo, ordena muitas outra coisas que não são feitas hoje, a questão é : por que as igrejas os nossos pastores bispos e padres nos ensinam a dar o dízimo, por fazer parte da Lei, e as outras coisas que também são parte da lei, praticamente foram abolidas! é só ler o livro de levítico e ver que a lei de moisés não é aplicada inteira, mas eles valorizam a parte do dízimo, então mesmo que as pessoas paguem o dízimo, elas não estariam cumprindo a lei inteira, e já estariam cometendo pecado, pois o pecado é a transgressão da lei, e para Deus não há pecado grande ou pequeno. Então todos que vivem hoje e pagam o dízimo continuam pecando por não cumprirem a lei inteira.
      É por isso que acredito que a Lei de moisés, que ordena pagar o dízimo, foi abolida sim , e pra saber qual é a nova Lei, basta ler o novo testamento, que encontrará o que lhe foi ordenado.

      Excluir
  6. Lei e graça sempre andaram juntas. Se a lei deixar de existir não haverá pecado, pois pecado é a transgressão da lei(IJo 3:4 e Rm 7:7); não havendo pecado porque existiria graça? "a verdadeira"???

    ResponderExcluir
  7. Os pastores deveriam dizer "O FILHO DO DIABO,veio para matar roubar e destruir..."conforme JO 8,44 "Vos sois do diabo,que e' vosso pai,e quereis satisfazer-lhe os desejos..."

    ResponderExcluir
  8. Veja o sinal do Pagão, a unica coisa que quero deixar expressada na minha opinião, é como Jesus Cristo disse: " E se não fosse abreviado, até os escolhidos seriam enganados" Deus eu fazer um perguntas para vocês cristão que comentam esses erros de interpretação biblica! Quando aceitamos Jesus Como único Senhor e Salvador e entregamos a vida a ele! Ele é o Senhor de tudo? Até mesmo do nosso dinheiro? Pense nisso!

    ResponderExcluir
  9. O dízimo, segundo a lei, foi abolido ou ab-rogado, em Cristo e disso não há dúvidas. Ele não é obrigatório na Nova Aliança, e isso é muito claro!

    Entretanto, o dízimo existe desde antes da lei. Ele é uma expressão visível do amor que dizemos ter, pelo reino de Deus.

    Na igreja que congrego, ele não é obrigatório e sim voluntário. Da mesma forma, nenhum pastor recebe salário da igreja, e todos os membros tem acesso completo a todas informações financeiras da igreja de forma completamente transparente.

    Sou dizimista por que amo o reino e quero vê-lo crescer, e meu dízimo dou ao meu Senhor, o dinheiro e todo o fruto do meu trabalho devo ser eu quem escolhe do que deve ser feito.

    O grande problema que percebo aqui, não é falar contra o dízimo pois essa questão se resume a ter ou não ter amor ao dinheiro, a ser ou não agarrado ao dinheiro...

    Mas percebo um terrível espírito de rebeldia atuando, tentando levantar ovelhas contra seus pastores e suas lideranças.

    Esse espírito de rebeldia não ficará impune pois o Dono da igreja tem muito ciúme dela e o castigo não tarda, portanto arrependa-se!

    Falar contra o dízimo obrigatório é uma coisa, mas incitar a rebeldia é diabólico e anti-cristão.

    Não sabe você, que toda autoridade constituída foi instituída por Deus, e é uma posição de Deus? E não sabe você que ir contra essa posição de autoridade, é ir contra Deus?

    Arrependa-se em nome de Jesus, antes que seja tardé e esse espírito de rebeldia te jogue no inferno, onde é o lugar de todos os rebeldes.

    ResponderExcluir